Internacional

Pelo menos 17 combatentes pró-Irão mortos em ataque aéreo dos EUA na Síria

Ataque é a primeira ação militar conhecida da administração de Joe Biden. 


O Pentágono anunciou, esta sexta-feira, que os Estados Unidos realizaram um ataque aéreo contra uma "infraestrutura utilizada por milícias apoiadas" por Teerão no leste da Síria.

"Os ataques foram autorizados em resposta a ataques recentes contra funcionários dos Estados Unidos e da Coligação no Iraque, e ameaças contínuas contra estes funcionários", disse o porta-voz do Departamento da Defesa dos EUA, John Kirby, em comunicado. 

O ataque contra uma "infraestrutura utilizada por milícias apoiadas pelo Irão no leste da Síria" é a primeira ação militar conhecida desde que Joe Biden assumiu a Presidência dos Estados Unidos.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) pelo menos 17 combatentes pró-Irão morreram no ataque. 

"Os ataques destruíram três camiões de munições [...]. Há muitos mortos. Pelo menos 17 combatentes morreram segundo um balanço preliminar, todos membros do Hachd al-Chaabi [coligação de milícias iraquianas pró-Irão]", disse o diretor da organização não-governamental OSDH, Rami Abdel Rahmane.