Desporto

Adeptos do Vitória de Guimarães deixam mensagem a ameaçar invadir treino na academia

A tarja já foi retirada, depois de o clube vimaranense ter chamado a polícia ao local.


"E se acabar a 'net' e... começar invasões ao treino". Esta é a mensagem que estava inscrita numa tarja a ameaçar a invasão de treino por parte dos adeptos do Vitória de Guimarães, que foi pendurada num prédio em frente à academia, esta segunda-feira. A mensagem já foi retirada, depois de o clube vimaranense ter chamado a polícia ao local.

A tarja surgiu depois do treinador, João Henriques, no rescaldo à vitória sobre o Boavista por 2-1 na passada sexta-feira, ter dito que a Internet não tem faltado em Guimarães, mencionando assim as críticas que os adeptos têm escrito nas redes sociais no momento em que o Vitória de Guimarães estava sem vencer há cinco jogos, sendo que esta série de derrotas terminou na jornada passada.

Entretanto, o clube vimaranense divulgou um comunicado que "perante o tom intimidatório" da mensagem, contactou "de imediato as autoridades policiais competentes", que se moveram para o local para "a retirada das tarjas e para o levantamento do respetivo auto".

"O Vitória acompanhará o processo, vincando a denúncia de qualquer comportamento ameaçador e isolando-o dos valores que norteiam a massa adepta do clube, que certamente não se identifica nem se revê em tais ações", pode ler-se no comunicado publicado no site oficial do clube.

De realçar que, neste momento, o Vitória de Guimarães está no sexto lugar da I Liga, com 35 pontos. Na próxima jornada, vai defrontar o Sporting de Braga, segundo classificado, no dia 9 de março, terça-feira.