Sociedade

Três homens detidos por agressões e injúrias a polícias em Oeiras

Polícia explica que houve também necessidade “de utilização de arma de fogo de baixa potencialidade letal”.

A PSP deteve, esta terça-feira, três homens em Porto Salvo, Oeiras, no distrito de Lisboa, por agressões e injúrias a polícias, que recorreram a uma "arma de fogo de baixa potencialidade letal" para conter os distúrbios.

Os homens têm 24, 25 e 50 anos e foram detidos pelas 01h00 desta terça-feira pelos crimes de agressão e injúrias aos agentes, resistência e coação, lê-se no comunicado da PSP.

As autoridades dirigiram-se ao local depois de terem recebido denúncias sobre um homem que estaria a gritar na via pública, na freguesia de Porto Salvo, incomodando os moradores.

No local, os agentes, à civil, foram reconhecidos pelo homem, que se dirigiu aos polícias "com comportamento violento e agrediu um dos elementos policiais, tendo sido necessário recorrer à força física para conter as suas agressões", adiantou a PSP.

"Em consequência, familiares e amigos aproximaram-se dos polícias, na tentativa de impedir que a detenção se concretizasse, arremessando vários objetos contra os polícias, colocando em risco a sua integridade física", acrescentou.

A PSP informou ainda que foram ativados reforços para manter a detenção e restabelecer a ordem pública, "havendo necessidade de utilização de arma de fogo de baixa potencialidade letal".

Os detidos serão presentes a primeiro interrogatório judicial na Comarca de Lisboa Oeste, em Oeiras, para eventual aplicação das medidas de coação.