Sociedade

Marta Temido admite vacinar professores e funcionários de escolas na primeira fase da vacinação

"Serem vacinados na primeira fase é uma decisão que está a ser equacionada", afirmou a ministra.


A ministra da Saúde admitiu, esta terça-feira, que os professores e os funcionários das escolas podem vir a ser incluídos na lista de prioritários para a vacinação contra a covid-19.

Em entrevista à SIC Notícias, Marta Temido adiantou que a essa hipótese está a “ser equacionada não só em Portugal como noutros países da UE” e que “poderá fazer sentido que adultos que trabalhem nesses locais sejam vacinados, independentemente de serem pessoas de risco ou não".

Sobre a reabertura das escolas, a governante não se quis comprometer, sublinhando que é preciso “esperar mais tempo".

"É preciso termos calma quando olhamos para o futuro", acrescentou, mesmo quando confrontada com o facto de o plano de desconfinamento ser apresentado no dia 11 de março.

"Da mesma forma que as escolas foram o espaço que mais procuramos proteger, serão também as escolas a nossa principal preocupação assim que possamos fazer um reabertura", afirmou, reiterando que os mais novos serão os primeiros a voltar ao ensino presencial.