Economia

EDP Renováveis vende 10,1% do capital por 1,5 mil milhões

Avança agora o processo de aumento de capital que ficará concluído após  "resolução favorável da Assembleia Geral de Acionistas da EDPR" que está prevista ser realizada "aproximadamente" no próximo dia 12 de abril. Com esta operação, o grupo EDP reduz a sua participação de 82,6% para 75,1% na empresa de energias renováveis.

A EDP Renováveis (EDPR) anunciou esta quarta-feira que concluiu a venda acelerada de ações no montante de 1,5 mil milhões de euros, através da colocação de 88.250.000 ações junto de investidores institucionais, representando 10,1% do capital social.

Em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDPR informa que cada ação tem o preço de 17 euros, "com um desconto implícito de 9,3% sobre o preço de fecho de mercado de dia 02 de março de 2021". "Espera-se que os investidores recebam a sua alocação de ações EDPR aproximadamente no dia 05 de março de 2021. Os investidores terão todos os direitos económicos e direitos de voto inerentes a essas ações a partir dessa data", lê-se na mesma nota. A empresa explica que para facilitar a conclusão do “accelerated bookbuilding” (venda acelerada), a EDP - Energias de Portugal S.A. emprestou 88.250.000 ações EDPR ao Citigroup Global Markets Europe AG e à Morgan Stanley Europe SE.

"Subsequentemente, o Conselho de Administração da EDPR aprovou uma proposta de aumento de Capital de 1.500.250.000 euros a ser apresentada e votada na Assembleia Geral de Acionistas da EDPR a ser realizada aproximadamente no dia 12 de abril de 2021, através da emissão de 88.250.000 ações ao preço de subscrição de Euro17,00 por ação", refere a empresa. Após a "resolução favorável da Assembleia Geral de Acionistas da EDPR, os Bancos subscreverão integralmente o aumento de capital e devolverão tais 88.250.000 ações à EDP", conclui o comunicado. Com esta operação, o grupo EDP reduz a sua participação de 82,6% para 75,1% na empresa.

Este aumento de capital procura cumprir as metas do plano estratégico da empresa para o período 2021-2025 – anunciado pela EDP e pela EDPR no dia 25 de fevereiro –, que prevê investimentos na ordem dos 19 mil milhões e a instalação de 20 GW de energias renováveis.