Politica

Vice de Rio obrigado a explicar que está com a direção

Salvador Malheiro ainda não decidiu se será recandidato a Ovar e escreveu comentário que deu azo a leituras de aviso ou correção à direção do PSD, da qual faz parte.

O anúncio tinha tudo para ser apenas mais uma etapa do calendário interno do PSD para as autárquicas: 77 recandidaturas e 23 nomes de candidatos para concelhos onde os sociais-democratas não lideram as câmaras. Até aqui tudo bem. Problema? 

O vice-presidente do PSD Salvador Malheiro e presidente da Câmara de Ovar decidiu escrever na rede social Facebook que ainda não tinha decidido ser recandidato autárquico.  Um aviso que complicou o dia à direção dos sociais-democratas.

“Agradeço muito a confiança e a deferência do meu partido, contudo quero esclarecer que continuo Presidente da Camara Municipal de Ovar e no seu devido tempo decidirei se sou ou não recandidato para mais um mandato“, escreveu Salvador Malheiro, a propósito da conferência de imprensa do secretário-geral dos sociais-democratas, José Silvano. A frase soou a correção à equipa de que Malheiro faz parte, tanto da direção, como da coordenação autárquica. O autarca de Ovar percebeu que as suas palavras tinham sido interpretadas como uma correção ou desmentido à direção a que pertence e apressou-se a tentar emender a mão para travar a ideia de qualquer problema de comunicação interna. “Perante as dúvidas que estão a surgir, sobre as minhas palavras, quero dizer o seguinte:Não desminto a Direção Nacional, bem pelo contrário! Estou de alma e coração com a mesma! Tal como muito bem foi explicado pelo Coordenador Autárquico José Silvano, em breve anunciarei a minha decisão! Força PSD!”.