Vida

Neto de Fidel Castro pede desculpa após ser críticado por conduzir carro de luxo

"Nós somos simples, mas às vezes há que pegar nestes pequenos brinquedos que temos em casa", disse Sandro Castro. 


Um dos netos do falecido Fidel Castro pediu desculpa aos seus seguidores, depois de ter sido divulgado, nas redes sociais, um vídeo no qual estava a conduzir um carro de luxo, a alta velocidade, numa estrada em Cuba.

"Nós somos simples, mas às vezes há que pegar nestes pequenos brinquedos que temos em casa", disse Sandro Castro, de 29 anos, dono de vários bares e discotecas em Havana, enquanto conduzia o automóvel de luxo.

O vídeo foi alvo de muitas críticas, com Sandro a ser acusado de gozar de privilégios no momento em que as famílias cubanas passam graves dificuldades devido à grave crise económica que o país atravessa, agravada pela pandemia.

No seu pedido de desculpas, Sandro Castro justificou: "Quando eu me referia aos brinquedos que tinha em casa, dizia-o como piada, porque definitivamente o carro não é meu", disse, admitindo que nunca quis que o vídeo fosse divulgado publicamente, tendo partilhado apenas com os seus “contactos próximos de confiança” no WhatsApp.

Sandro Castro Arteaga é filho de Alexis Castro Soto del Valle, o mais velho dos cinco filhos de Fidel Castro e Dalia Soto del Valle.

De realçar que em Cuba o Estado tem posse do monopólio da importação de automóveis, ao aplicar taxas de até 800%, o que significa que ter um carro no país é um luxo que está ao alcance de poucos cubanos.