Internacional

Órban pretende criar um novo grupo de direita no Parlamento Europeu

Depois de deixar o Partido Popular Europeu na passada quarta-feira, o partido húngaro Fidesz está agora em conversações com forças políticas para a criação de um novo grupo no Parlamento Europeu.


Viktor Órban declarou numa entrevista à rádio estatal que, após a saída de Fidesz do maior grupo político de centro-direita no Parlamento Europeu, esteve em conversações com o italiano Matteo Salvani, que pertence ao grupo Identidade e Democracia, e com a líder do partido conservador nacional Irmãos de Itália Giorgia Meloni, que pertence ao grupo dos Conservadores e Reformistas.

Para além das forças italianas, Órban referiu que também manteve diálogo com aliados políticos da Polónia, sem identificar nomes.

Órban não adiantou mais detalhes relativamente às negociações, mas afirmou: “é importante que haja na Europa uma casa política para os que pensam como nós. É preciso trabalhar para isso e eu penso que uma corrente política como esta seria uma força política importante para a Europa”.

O presidente da Hungria alega que o novo grupo político de direita tem como propósito criar um lar político para todos aqueles que rejeitam a emigração e os ideias LGBT.