Internacional

Sequestraram homem com deficiência, torturaram-no e coseram-lhe os dedos dos pés em Espanha

Sete pessoas foram detidas. 


Seis jovens e a mãe de um deles foram detidos pela polícia espanhola, em Palma de Maiorca, depois de sequestrarem um homem, de 30 anos, a quem causaram diversos ferimentos.

Segundo a notícia avançada pelo El Mundo, tudo começou com uma espécie de concurso nas redes sociais, no último fim de semana. A vítima, com uma deficiência intelectual, pediu “uma mudança de visual extrema” em troca de uma quantia de dinheiro. Um grupo de pelo menos sete pessoas aceitou o desafio, numa oferta que podia chegar aos três mil euros, em troca da transformação, bem como de atos de sadomasoquismo ligeiro.

O grupo encontrou-se com a vítima na Plaza de España e de lá seguiram para o apartamento de duas das pessoas detidas, uma jovem e a sua mãe. O desafio começou por vestir a vítima de mulher e obrigá-la a fazer compras num supermercado. Depois, foi manietado e torturado, enquanto gravavam com os telemóveis. Os jovens ainda depilaram várias partes do corpo da vítima, as sobrancelhas, e fizeram-lhe diversas tatuagens, incluindo pénis no rosto.

Além disso, o grupo colou os lábios do homem e coseu os seus dedos dos pés com uma agulha e linha.

A vítima, que também sofre de um problema de mobilidade nas mãos, só conseguiu fugir três dias depois para pedir ajuda e foi imediatamente levada para uma unidade hospitalar para tratar os ferimentos, que incluíam múltiplas queimaduras.

Os envolvidos foram detidos e serão presentes a tribunal amanhã, quarta-feira.

Os comentários estão desactivados.