Internacional

Milhares de pessoas na Grécia manifestam-se contra "abusos policiais"

No domingo, um jovem foi espancado por um polícia durante a fiscalização das medidas de confinamento. No local, estavam ainda pelo menos outros três polícias. O momento em que o jovem está a ser agredido e a gritar "estou mal" foi gravado por transeuntes e as imagens tornaram-se virais. 


Cerca de cinco mil pessoas manifestaram-se, esta terça-feira, em Atenas, na Grécia, contra os "abusos policiais" após um jovem ter sido espancado por um polícia no domingo. Nos confrontos de hoje um agente da polícia ficou ferido. 

Um grupo de cerca de 200 pessoas dirigiu-se para a esquadra de Nea Smyni, a cinco quilómetros da capital, e lançou pedras e 'cocktails molotov', tendo os agentes da polícia respondido com gás lacrimogéneo e canhões de água. De acordo com a Agence France-Presse (AFP), cerca de dez contentores do lixo foram incendiados e os bombeiros tiveram de intervir. 

Nos confrontos, um agente ficou gravemente ferido e teve de receber tratamento hospitalar. Os cerca de cinco mil manifestantes traziam consigo cartazes onde era possível ler "Polícia fora dos nossos bairros" ou "Os parques foram feiros para sorrir, não para ouvir: estou mal".

No domingo, um jovem foi espancado por um polícia, num parque da zona, durante a fiscalização das medidas de confinamento. No local, estavam ainda pelo menos outros três polícias. O momento em que o jovem está a ser agredido e a gritar "estou mal" foi gravado por transeuntes e as imagens tornaram-se virais. 

A polícia afirma que a agressão começou quando os polícias foram atacadas "por 30 pessoas que provocaram ferimentos em dois dos seus agentes". Mas tal já foi desmentido pela população.