Internacional

Agência Europeia do Medicamento dá luz verde à vacina da Johnson & Johnson

Vacina foi desenvolvida pela Janssen, uma empresa belga subsidiária da multinacional Johnson & Johnson.


A Agência Europeia do Medicamento (EMA) aprovou, esta quinta-feira, o uso da vacina contra a covid-19 da farmacêutica Janssen, da Johnson & Johnson, na União Europeia.

De realçar que esta é uma vacina de toma única e exige uma menor capacidade de frio para o seu transporte e armazenamento do que outras vacinas contra a covid-19 já aprovadas na UE.

Esta será assim a quarta vacina a chegar a Portugal, depois da vacina da Pfizer/BioNTech, da Moderna e da AstraZeneca, e deverá começar a ser distribuída na UE em meados de abril.

"Com esta última opinião positiva, as autoridades de saúde europeias terão mais uma opção para combater a pandemia e proteger a vida e a saúde dos cidadãos", destacou Emer Cooke, diretor-executivo da Agência Europeia do Medicamento, no texto em que revela a aprovação do novo fármaco.

No final de janeiro, o grupo Johnson & Johnson revelou que a sua vacina contra a covid-19 tinha uma eficácia de 85% em casos muito graves e de 66% em casos de doença moderada ou grave. Esta foi também a primeira a ser testada já com as novas variantes do novo coronavírus a circular.