Vida

Sharon Osbourne defendeu Piers Morgan e já pediu desculpas por o fazer

"Eu estou contigo. Eu estou do teu lado. As pessoas esquecem-se de que tu és pago para dar a tua opinião e que tu só estás a falar a tua verdade", disse a apresentadora no Twitter. 


Sharon Osbourne pediu desculpas depois de defender o ex-apresentador Piers Morgan nas redes sociais e no programa norte-americano The Talk, no momento em que se falou sobre as afirmações do apresentador relativamente a Meghan Markle e a questão sobre o racismo.

Na terça-feira, Osbourne recorreu ao Twitter para defender Morgan após a sua demissão do programa Good Morning Britain. "Eu estou contigo. Eu estou do teu lado. As pessoas esquecem-se de que tu és pago para dar a tua opinião e que tu só estás a falar a tua verdade", disse a apresentadora. 

De realçar que a apresentadora foi uma das primeiras figuras conhecidas do público a apoiar Piers Morgan depois de este ter deixado o programa Good Morning Britain devido às duras críticas que teceu à entrevista de Meghan Markle e Princípe Harry.

Logo no dia seguinte, na quarta-feira, as publicações de Osbourne foram colocadas em causa pela co-apresentadora do The Talk, Sheryl Underwood. A apresentadora respondeu que se sentia a ser "colocada numa cadeira elétrica porque tenho um amigo que muitas pessoas pensam que é racista, então isso também me torna numa racista...". 

À medida que Osboune falava, a sua frustação aumentava: "Para mim, aos 68 anos de idade, ter que me virar e dizer: 'Eu não sou racista'. O que é que isso tem a ver comigo? Como posso ser racista com alguém ou com qualquer coisa na minha vida?". O seu discurso efusivo foi interrompido por Underwood que levou o programa para intervalo. 

O momento de Osbourne seguiu-se de muitas contestações nas redes sociais, que criticaram o menosprezo que a apresentadora teve em relação às perspetivas e experiências de uma mulher negra sobre o racismo.

Osbourne apresentou um pedido de desculpas nas redes sociais, no qual diz se sentir arrependida por ter ofendido “qualquer pessoa de cor” ou por ter desapontado “qualquer pessoa” com aquilo que disse. A apresentadora explicou que se deixou levar pelo “medo e horror de ser acusada de ser racista”.

 

 

Piers Morgan já reagiu à publicação de Osbourne e não ficou surpreendido pela sua reação.

“Sharon foi envergonhada e intimidada a desculpar-se por me ter defendido contra os seus colegas, que me acusaram de racismo, porque eu não acredito nas palavras de Meghan Markle. É aqui que estamos”, escreveu no Twitter, exigindo um “pedido de desculpas do The Talk”.