Internacional

Polícia confirma que restos mortais encontrados numa floresta são de Sarah Everard

O corpo estava escondido num estabelecimento abandonado em Ashford, Kent.


Os restos mortais encontrados numa floresta de Kent, a 90 quilómetros de distância da residência de Sarah Everard, pertecem à mulher de 33 anos, desaparecida desde o dia 3 de março. A informação foi confirmada pela Metropolitan Police de Londres.

"Como sabem, na quarta-feira à noite, os detetives que investigam o desaparecimento de Sarah Everard descobriram um corpo escondido numa floresta em Kent. O corpo já foi recuperado e o procedimento formal de identificação iniciado. Posso confirmar que se trata do corpo de Sarah Everard", disse o comissário assistente Nick Ephgrave, citado pela imprensa britânica.

O corpo estava escondido num estabelecimento abandonado em Ashford, Kent.

Recorde-se que a vítima foi vista pela última vez, no dia 3 de março pelas 21h, quando visitou um amigo perto de Clapham, no sul de Londres. Durante o caminho, ainda conversou ao telemóvel com o namorado durante cerca de 15 minutos, tendo a chamada terminado às 21h28. Desde a casa do amigo até à sua casa, em Brixton, a caminhada devia ter demorado 50 minutos, mas acabou por custar a vida de Sarah. 

A polícia apelou a todos os residentes da zona com câmaras de vigilância para disponibilizarem as imagens dessa noite. Um polícia, Wayne Couzens, de 48 anos, e uma mulher com cerca de 30 anos são os principais suspeitos do sequestro e homicídio de Sarah Everard. Foram ambos detidos na terça-feira.