Internacional

Alergias graves entre os possíveis efeitos secundários da vacina AstraZeneca

Segundo a Agência Europeia do Medicamento, foram registados 41 casos de anafixalia em cerca de cinco milhões de vacinados no Reino Unido.

Alergias graves entre os possíveis efeitos secundários da vacina AstraZeneca

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) alertou, esta sexta-feira, para que alergias graves sejam adicionadas à lista de possíveis efeitos secundários da vacina contra a covid-19. Alerta surge após terem sido identificados casos de alergias relacionados com a administração da vacina.

Sobre a existência de problemas de coagulação em pessoas inoculadas com o fármaco – que levou vários países a suspender a sua administração –, o regulador europeu garante que a sua utilização continua a ser segura.

A EMA "recomenda haver uma atualização da informação do produto para incluir anafilaxia e hipersensibilidade (reações alérgicas) como efeitos colaterais", afirmou em comunicado.

"Esta atualização é baseada num estudo de 41 relatos de anafilaxia observados em cerca de cinco milhões de vacinados no Reino Unido", lê-se. Depois de um estudo atento dos dados, estima-se que exista uma ligação provável em alguns casos".

Os comentários estão desactivados.