Internacional

Itália regista mais de 26 mil novos casos de covid-19 e prepara-se para voltar a confinar

Com mais de 3,1 milhões de casos positivos, 509.317 dos quais ativos, e 101.564 óbitos, Itália prepara-se para voltar a confinar para combater a terceira da vaga da pandemia.


Itália registou, esta sexta-feira, 26.824 casos do novo coronavírus e 380 vítimas mortais, de acordo com dados do Ministério da Saúde italiano. Em relação à véspera, há um aumento tanto do número de novos contágios – mais 1.151 – como do número de óbitos – mais oito.

A taxa de positividade passou de 6,9% para 7,2% nas últimas horas, ou seja, por cada 100 testes realizados, mais de sete dão resultado positivo.

Atualmente estão 23.656 doentes covid-19 internados em hospitais italianos, mais 409 do que na véspera. Desses, 2.914 estão em Unidades de Cuidados Intensivos, mais 55.

Com mais de 3,1 milhões de casos positivos, 509.317 dos quais ativos, e 101.564 óbitos, Itália prepara-se para voltar a confinar para combater a terceira da vaga da pandemia.

Esta sexta-feira, o primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, lamentou que o país esteja a enfrentar "uma nova vaga de contágios" e apelou "à maior prudência". O governo italiano, segundo a imprensa local, anunciar o encerramento de escolas, bares e restaurantes na maior parte do país já a partir de segunda-feira.