Sociedade

Renovação do Estado de Emergência "é muito provável", admite Marcelo

 O objetivo é "cobrir o período da Páscoa".


O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou, esta sexta-feira, que "é muito provável" que o Estado de Emergência seja renovado. O objetivo é "cobrir o período da Páscoa".

"É muito provável que a partir do dia 1 de abril, cobrindo o período da Páscoa, haja ainda uma renovação do Estado de Emergência, mas vamos esperar para ver", afirmou o chefe de Estado, no final da sua visita a Madrid para simbolizar o seu segundo mandato.

Recorde-se que o 13.º Estado de Emergência terá início às 00h00 do dia 17 e termina às 23h59 do dia 31 de março.