Vida

Guitarrista dos Rage Against the Machine confessa que foi stripper antes de formar a banda

Tom Morello queria dinheiro extra para comprar o que considerava ser um ‘chamariz’ de mulheres.

O guitarrista Tom Morello revelou, numa entrevista a Howard Stern, que trabalhou como stripper antes de formar os Rage Against the Machine.

O músico explicou que queria ganhar algum dinheiro extra para comprar um jacuzzi, que ele e o seu companheiro de casa queriam montar na sala para atrair e agradar à companhia feminina.

"Não tínhamos dinheiro para o comprar, claro. E começámos a trabalhar para isso", explicou

Um desses trabalhos foi como stripper, em casas particulares e em festas de despedidas de solteira. "Batias à porta, com um fato vestido, e pedias uma chávena de açúcar. E depois começava a tocar a Brick House [dos Commodores]. Não foi espetacular, tenho de confessor. Era estranho", recordou.

Morello ainda brincou com a situação, dizendo que se fosse hoje teria de fazer a performance “pelo zoom” e por muito mais dinheiro, o seu preço subiu “consideravelmente” desde aquela altura.