Vida

Michelle Obama comenta revelações polémicas feitas por Meghan Markle: "Não foi uma surpresa"

Antiga primeira-dama dos Estados Unidos expôs a sua opinião sobre a entrevista dos duques de Sussex.


Michelle Obama comentou a polémica entrevista cedida por Meghan Markle e Harry a Oprah Winfrey e desejou que os duques de Sussex consigam ultrapassar tudo aquilo que viveram.

Em entrevista ao programa de televisão Access Hollywood, da NBC, a antiga primeiro-dama dos Estados Unidos da América considerou ainda que a família é o mais importante de tudo.

"Quando penso em tudo o que está a acontecer, penso na importância da família, e rezo para que haja perdão, que haja clareza de pensamento, amor e que consigam resolver tudo a tempo ”, disse Michelle. "Porque não há nada mais importante do que a família", acrescentou.

Já numa entrevista ao programa Today, da mesma estação, Michelle Obama confessou que “não foi uma surpresa” ouvir Meghan Markle falar sobre o alegado racismo dentro da família real britânica.

Depois de a co-apresentadora do programa Jenna Bush Hager dizer que foi “comovente” ouvir Markle descrever a conversa onde expunham preocupações sobre o quão escura seria a pele do filho, Archie, Michelle Obama respondeu: "Como eu disse antes, a raça não é uma construção nova neste mundo para as pessoas de cor, então não foi uma surpresa completa ouvir os seus sentimentos”, comentou.

De realçar que o casal Obama mantém uma relação com o Príncipe Harry há vários anos. Em 2015, os três promoveram os Invictus Games, um evento multidesportivo internacional, que foi criado pelo príncipe, para os veteranos de guerra. Em 2017, Harry chegou mesmo a entrevistar Barack Obama, em Toronto, para um programa de televisão.

Com a chegada de Meghan Markle à vida de Harry, a relação entre os quatro ficou ainda mais forte. Michelle já se referiu anteriomente à ex-atriz como “minha amiga” e “líder sábia”.