Internacional

Descobertos fragmentos de texto bíblico com 1900 anos

Apresentam linhas de texto em grego dos livros dos profetas Zacarias e Naum.

Arqueólogos israelitas anunciaram a descoberta de dezenas de novos manuscritos do Mar Morto, incluindo um texto bíblico, que se acredita ter sido escondido durante uma revolta judaica contra o Império Romano, há 1900 anos.

Os manuscritos foram descobertos durante as investigações da Autoridade Israelita de Antiguidades no deserto de Judeia.

Segundo os investigadores, os fragmentos de pergaminho apresentam linhas de texto em grego dos livros dos profetas Zacarias e Naum e datam do século II, de acordo com o sistema de datação por carbono a que foram submetidos.

Os artefactos são os primeiros a ser encontrados no deserto a sul de Jerusalém em mais de 60 anos. Os arqueólogos acreditam que os textos foram ali escondidos durante a revolta Bar Kochba, uma sublevação armada contra Roma, durante o período do Imperador Adriano, entre os anos 132 e 136 D.C..

Os investigadores admitem que os manuscritos podem pertencer aos fragmentos de pergaminho encontrados no local conhecido como a Caverna dos Horrores, por terem sido encontrados 40 esqueletos humanos durante escavações nos anos 1960.

Os Pergaminhos do Mar Morto são uma coleção de textos judaicos encontrados em cavernas do deserto, perto de Qumran, nos anos 1940 e 1950, datam do período entre o século III A.C. e o século I D.C..