Sociedade

Filho incendeia casa e mata pai em Penacova. Horas mais tarde entrega-se às autoridades

Suspeito confessou que foi ele quem ateou o fogo na habitação.

PJ  


Um homem, de 27 anos, que já estava a ser procurado, entregou-se às autoridades e confessou ser o autor do incêndio que matou o seu pai, de 54 anos.

Esta manhã terça-feira de manhã os bombeiros foram chamados a uma habitação no concelho de Penacova, devido a um fogo. No decurso do combate às chamas, foi descoberto um corpo completamente carbonizado.

A Polícia Judiciária foi chamada ao local para investigar o caso e estava desde então à procura do filho da vítima, que agora acabou por se entregar às autoridades, afirmando que foi ele quem ateou o fogo que matou o pai.

O incêndio deflagrou durante a madrugada, tendo o alerta sido dado às 05h29 e estava às 07h15 extinto. Às 07h20 estavam no local 31 operacionais, com o apoio de 12 veículos.