Politica

PSD/CDS. Acordo de coligação para eleições autárquicas

O líder centrista explicou esta aliança por considerar que “as próximas eleições autárquicas são fundamentais”. Já Rui Rio realçou a importância de “enfraquecer esta quase hegemonia do PS”.

Os presidentes do PSD e do CDS assinaram um acordo de coligação para as eleições autárquicas e garantiram que será possível “enfraquecer” a hegemonia do PS nas próximas eleições autárquicas. No entanto, nem Rui Rio, nem Francisco Rodrigues dos Santos fixaram metas ou anteciparam consequências.

O líder centrista explicou esta aliança por considerar que “as próximas eleições autárquicas são fundamentais” e, no entender de Francisco Rodrigues dos Santos,  Portugal “precisa de uma alternativa saudável e forte ao partido socialista e uma clara oposição à hegemonia do poder local”, disse no final do encontro. Durante a intervenção, o líder do CDS revelou ainda que foi ele quem há um ano lançou “o repto” deste acordo a Rui Rio, quando se deslocou ao congresso do PSD.

Também o presidente dos sociais-democratas realçou a importância de “enfraquecer esta quase hegemonia do PS”, que tem “mais presidentes da Câmara do que os outros [partidos] todos juntos” e admitiu que o objetivo desta coligação é “reduzir fortemente” o atual diferencial. São situações absolutamente extraordinárias, em que eleições autárquicas foram a gota que encheu o copo. Pode acontecer que estas autárquicas tenham leitura nacional e pode acontecer que não tenham, só com os resultados se pode ver”.