Sociedade

Mais mortes e menos nascimentos: Saldo natural mais negativo dos últimos 60 anos

O número de mortes aumentou 10,2% e o de nascimentos caiu 2,6% em 2020 face a 2019. 


O número de mortes aumentou 10,2% e o de nascimentos caiu 2,6% em 2020 face a 2019. De acordo com a publicação “Estatísticas vitais 2020 - Dados preliminares” do Instituto Nacional de Estatística, Portugal registou 84.558 nados-vivos e 123.467 óbitos em 2020, incluindo nascimentos e mortes no estrangeiro. Por outro lado, em 2019 o número de mortes foi de 112.291 e o de nascimentos de 87.026.

Menos nascimentos 
“No contexto da pandemia covid-19, o aumento do número de óbitos, assim como o decréscimo do número de nados-vivos, determinaram um forte agravamento do saldo natural (-38 856). Há 12 anos que o saldo natural é negativo”, sublinhou o INE.

Fora de portugal
Segundo informação registada nas Conservatórias do Registo Civil, o número de nados-vivos de mães residentes em Portugal em 2020 foi de 84.296, contra 86.579 em 2019 e o número de óbitos em Portugal foi de 123.152 em 2020, contra 111.793 em 2019.

Também importa referir que fora de Portugal nasceram 262 cidadãos portugueses em 2020, enquanto em 2019 nasceram 447, e morreram 315 pessoas no ano passado, contra 498 em 2019.