Sociedade

Hacker que invadiu aulas online constituído arguido por acesso ilegítimo

Jovem invadiu várias aulas o ano passado. 

A Polícia Judiciária (PJ) constituiu arguido, esta quarta-feira, o hacker que invadiu aulas virtuais na plataforma Zoom, no ano passado, por suspeitas de corrupção e acesso ilegítimo.

Segundo fonte da autoridade, citada pela agência Lusa, foram realizadas buscas à casa do hacker, de 20 anos, que usa o nome 'red light13', e foram-lhe apreendidos alguns bens.

A investigação policial ao caso continua.

Recorde-se que, durante o primeiro período de confinamento no país, o jovem invadiu aulas de várias escolas do país para ridicularizar professores e alunos.