Desporto

Bayern e Chelsea seguem para os quartos da Liga dos Campeões

Os alemães bateram a Lázio por duas bolas a uma e carimbaram a passagem à fase seguinte, tal como o Chelsea, que venceu os colchoneros por 2-0.


O jogo em Munique ainda nem tinha começado, e já era praticamente garantido que o Bayern passaria à fase seguinte. Os alemães venceram a Lázio por quatro bolas a uma na primeira mão da eliminatória, o que tornava a missão quase impossível para os romanos.

E como se não bastasse o resultado da primeira volta, a equipa de Hans-Dieter Flick colocou-se ainda em vantagem aos 33 minutos da segunda volta, quando Robert Lewandowski converteu uma grande penalidade.

O resultado manteve-se, com a dominância do Bayern, até aos 74 minutos, quando Choupo-Moting dilatou a vantagem, deixando o marcador em dois a zero para a equipa da casa.

Mas os romanos não se deram por vencidos, apesar dos cinco golos de vantagem do Bayern de Munique na eliminatória. Aos 84 minutos, Marco Parolo cabeceou e bateu Alexander Nübel, fazendo o dois a um em Munique.

O resultado, no entanto, não se viria a alterar até ao apito final, e o Bayern conseguiu assim passar à fase seguinte.

Em Stamford Bridge, o Atlético de Madrid tinha a difícil tarefa de tentar dar a volta ao marcador, após a derrota por uma bola a zero em Madrid.

João Félix foi titular, e fez tudo para colocar os colchoneros em vantagem, mas a noite não sorriu à equipa de Madrid, que acabou eliminada da liga milionária.

Com um golo de vantagem, o Chelsea de Thomas Tuchel entrou confiante na partida, e acabou por conseguir aumentar ainda mais a vantagem ainda na primeira parte. Aos 34 minutos, Werner assistiu Ziyech, que fez o um a zero. Se o trabalho do Atlético já era difícil, por esta altura tornava-se praticamente impossível.

A frustração sentia-se em campo, e o internacional português João Félix fez tudo o que pôde, mas não conseguiu bater Eduardo Mendy.

Aos 82 minutos, momento de tensão em campo, quando Stefan Savic deu uma cotovelada a Antonio Rüdiger, o que lhe valeu cartão vermelho direto e expulsão. O Atlético de Madrid passou a jogar com 10 em campo, o que dificultou ainda mais o objetivo. A falta de jogador madrilenho em campo sentiu-se, e o Chelsea aumentou a vantagem já nos descontos, pelos pés de Emerson.

Dado o apito final, Bayern de Munique e Chelsea conquistaram um lugar nos quartos-de-final da Liga dos Campeões, onde estão também Liverpool, PSG, Borussia Dortmund, Manchester City, Real Madrid e FC Porto.