Opiniao

Pode a covid-19 ajudar-nos a compreender as alterações climáticas?

Sendo um problema à escala global as alterações climáticas são, também, um problema público fundamental. 

Por Cândida Rocha

Diretora do Mestrado em Engenharia do Ambiente da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

O aquecimento do sistema climático é inequívoco e a influência humana é clara. A continuação da emissão de gases com efeito de estufa irá potenciar os impactes das alterações climáticas, representando um compromisso futuro que se perpetuará por vários séculos. Um dos grandes problemas associados às alterações climáticas é que elas não proporcionam uma experiência sensorial direta. O cidadão comum não se apercebe do que está a acontecer, a menos que ocorram mudanças significativas, no estado normal do tempo para uma determinada época, na região do mundo onde ele vive. E mesmo para os especialistas, o problema só é cognoscível através de uma vasta rede científica, técnica e institucional. O conhecimento, é, portanto, transmitido ao público em geral maioritariamente através de representações dos media sobre o discurso produzido pela comunidade científica.

Sendo um problema à escala global as alterações climáticas são, também, um problema público fundamental. Lidar eficazmente com este problema irá exigir obrigatoriamente o envolvimento dos indivíduos na alteração de hábitos. Além disso, a ação política sobre alterações climáticas oscila em função das atitudes públicas e do significado público da questão pelo que o papel dos discursos que circulam no espaço público mediatizado é fundamental. E fundamental se torna o entendimento e o estudo desses mesmos discursos e a sua transmissão aos cidadãos.
Só uma sociedade devidamente informada, preocupada e disponível para agir poderá levar a cabo, com sucesso, as medidas necessárias para combater as alterações climáticas. Considerando que estas envolvem conceitos complexos e difíceis de transmitir, é necessário, que existam formas adequadas de os fazer chegar aos cidadãos em linguagem acessível. 

Temos, neste momento, uma oportunidade única de explicar as consequências das alterações climáticas. A covid-19 é um bom exemplo para aprendermos como gerir uma situação de catástrofe, como a que nos espera com essas alterações. Os modelos matemáticos aplicados às alterações climáticas são idênticos aos utilizados nas projeções da evolução da atual pandemia. Deveríamos, portanto, reforçar a comunicação de como estes dois temas se interligam, alertando que ambos os processos são matematicamente complexos, são processos não lineares, causando um problema de variações abruptas para as quais podemos não estar preparados se não estivermos devidamente informados.