Vida

Angelina Jolie acusa Brad Pitt de violência doméstica e diz que tem provas

A informação é avançada por um conhecido site norte-americano. As provas serão apresentadas na próxima sessão do julgamento do divórcio, que deverá decorrer ainda neste trimestre.

Separados desde 2016, Angelina Jolie e Brad Pitt ainda não concluíram o processo do seu divórcio e têm recorrido à justiça para discutir questões como a divisão da guarda dos três filhos menores, de bens e propriedades e da sua fortuna. Agora, um site norte-americano revela que a atriz se prepara para entregar "provas de violência doméstica" contra o ex-marido.

Segundo o site The Blast, as provas serão apresentadas na próxima sessão do julgamento do divórcio, que deverá decorrer ainda neste trimestre, e os filhos do casal poderão testemunhar. Maddox, de 19 anos, Pax, de 17, e Zahara, de 16, podem decidir se querem, ou não, testemunhar contra o pai. Já Shiloh, de 14, e os gémeos Knox e Vivienne, de 12 anos, precisam da autorização de Brad Pitt.

Em 2016, o ator foi notícia por alegadamente ter agredido o filho mais velho, Maddox, por este defender a mãe – Angelina Jolie – numa discussão num avião privado. Após o incidente, Brad Pitt e a família foram questionados pelo FBI e o ator foi considerado inocente após uma investigação do serviço de proteção de menores de Los Angeles.

O casal conheceu-se em 2004, nas gravações do filme Mr. & Mrs. Smith, enquanto Pitt ainda era casado com a atriz Jennifer Anniston, e casou-se dez anos depois, em 2014.