Economia

REN. Lucros caíram 8,1% em 2020 para 109,2 milhões

A empresa decidiu repetir a proposta de um dividendo de 17,1 cêntimos por ação, tal como tem sido política da empresa desde 2018.

A REN - Redes Energéticas Nacionais registou, no ano passado, lucros de 109,2 milhões de euros, uma redução de 8,1% face a 2019. O EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização) baixou 3,3% para 470,2 milhões.

A dívida líquida também recuou 3% para 2,741.9 milhões de euros", de acordo com a mesma nota.

"A REN continuou a ser penalizada pela CESE [Contribuição Extraordinária do Setor Energético], que desde 2020 também se aplica à Portgás, e que registou um aumento de 3,7 milhões de euros, totalizando 28,1 milhões de euros", acrescentando que "a taxa efetiva de imposto situou-se nos 40%, um valor semelhante ao de 2019. Desde o seu início, o peso da CESE nas contas da REN já ascende a 180 milhões de euros".

A empresa decidiu repetir a proposta de um dividendo de 17,1 cêntimos por ação, tal como tem sido política da empresa desde 2018.