Internacional

Mais restrições: Praias do Rio de Janeiro encerradas para controlar novos casos de covid-19

Esta restrição junta-se a outras que o prefeito do Rio de Janeiro foi anunciando ao longo das últimas semanas, como o recolher obrigatório das 23h00 às 05h00 e o encerramento de bares e restaurantes a partir das 21h00.


A partir de sábado, as praias do Rio de Janeiro vão ficar fechadas, anunciou o prefeito da cidade brasileira, Eduardo Paes, como medida para travar a propagação de novos casos de covid-19, numa altura em que a cidade está a atingir recorde de internamentos.

O acesso às praias ficará proibido, até mesmo para “a prática de desportos e banhos de mar", afirmou Eduardo Paes numa conferência de imprensa. "A situação é muito crítica e faço um apelo aos cariocas: é hora de ficar em casa", declarou.

Há um ano, as praias cariocas também foram encerradas, mas o banho de mar era permitido, desde que os banhistas não se demorassem na areia.

Esta restrição junta-se a outras que o prefeito do Rio de Janeiro foi anunciando ao longo das últimas semanas, como o recolher obrigatório das 23h00 às 05h00 e o encerramento de bares e restaurantes a partir das 21h00.

Eduardo Paes prevê ainda mais medidas restritivas já na próxima segunda-feira, depois de participar numa reunião com a comissão científica que ajuda a guiar as decisões municipais.

Segundo o último boletim epidemiológico, na quinta-feira, 620 pessoas estão internadas nos Cuidados Intensivos nos hospitais do Rio de Janeiro, o que representa 95% da taxa de ocupação, valor que está perto de atingir a lotação máxima.