Sociedade

Milhares de pessoas manifestaram-se em Lisboa contra o confinamento

A manifestação começou pelas 15h no Parque Eduardo VII e desceu pela Avenida da Liberdade até à Praça do Rossio, onde estavam, pelas 17h45, centenas de pessoas com cartazes contra a obrigatoriedade do uso de máscara e de outras medidas impostas pelo Governo.


Entre três a quatro mil pessoas, segundo informações da PSP reveladas à TVI24, manifestaram-se esta tarde em Lisboa contra o confinamento e o estado de emergência imposto pelo Governo para combater a pandemia de covid-19.

Segundo o canal televisivo, a manifestação começou pelas 15h no Parque Eduardo VII e desceu pela Avenida da Liberdade até à Praça do Rossio, onde estavam, pelas 17h45, centenas de pessoas com cartazes contra a obrigatoriedade do uso de máscara e de outras medidas impostas pelo Governo.

A manifestação foi autorizada, tendo o trânsito sido cortado e os manifestantes acompanhados por um cordão policial. No total, segundo a PSP, a manifestação terá mobilizado entre três a quatro mil pessoas.

Um dos promotores do protesto foi o movimento "Juristas pela Verdade", que terá divulgado nas suas redes sociais minutas de como devem os manifestantes atuar caso sejam abordados por não estarem a utilizar máscara, por estarem na rua ou por terem circulado entre concelhos. De realçar que, segundo as imagens transmitidas pela TVI, os manifestantes não cumpriam o distanciamento social e muitos deles não utilizavam máscara.

Durante este sábado estão a realizar-se manifestações em vários países europeus, como na Áustria, Alemanha, Reino Unido e Suíça, contra as medidas impostas para combater a pandemia. Os protestos inserem-se na iniciativa World Wide Demonstration.