Vida

Após ser duramente criticada, Sandra Celas quebra silêncio sobre participação em protesto contra confinamento

Apesar das explicações, a atriz continuou a ser alvo de duras críticas.


Sandra Celas foi duramente criticada por ter participado, este fim de semana, numa manifestação contra a gestão da pandemia de covid-19 em Portugal, nomeadamente por estar, à semelhança de outros manifestantes, sem máscara de proteção individual.

A atriz acabou por ser identificada pelos utilizadores, depois de surgir numa reportagem emitida pela SIC. Face às críticas que recebeu, Sandra Celas fez um direto na rede social Instagram, onde confirmou que esteve na referida manifestação, sem máscara, tal como as três mil pessoas que participaram no protesto.

“Curiosamente, todos nós sem máscara, na rua. E, portanto, isso de repente é fonte de crítica porque parece que nós estávamos a pôr a saúde pública em causa. Isso é apenas um julgamento que algumas pessoas fazem, não tem fundamento científico absolutamente nenhum, nem legal”, começou por dizer.

“Na realidade, na rua ninguém é obrigado a andar de máscara. Eu conheço muito bem a lei, porque eu não ando de máscara na rua. Cumpro as normas todas que existem quando vou trabalhar e quando vou ao supermercado”, acrescentou.

Apesar das explicações, a atriz continuou a ser alvo de duras críticas, incluindo por alguns colegas de profissão, como foi o caso do ator Diogo Valsassina.

"É pá génio. Que génio. Que Sandra. Que tudo. Uau. Já disse ignorante? Génio", escreveu Diogo Valsassina no Twitter.

Recorde-se que o uso obrigatório de máscara na rua, como medida para combater a pandemia de covid-19, vai ser prolongado pela Assembleia da República pelo menos até julho. A lei entrou em vigor em outubro de 2020 e já tinha sido prolongada em dezembro.