Internacional

Putin critica posição de autoridades europeias sobre vacinas russas contra a covid-19

Líder russo afirmou que está a perder a paciência com este assunto. 


Vladimir Putin criticou, esta segunda-feira, as autoridades de saúde europeias pela forma como têm lidado com a aprovação das vacinas russas contra a covid-19, nomeadamente a Sptunik V, cujo pedido está a ser analisado pela Agência Europeia do Medicamento (EMA).

"Não queremos forçar ninguém a fazer o que quer que seja (...) Mas interrogo-me sobre os interesses que defendem essas pessoas: será o das empresas farmacêuticas ou o dos cidadãos europeus?", disse o Presidente russo.

"Hoje, podemos dizer com segurança que as vacinas russas são absolutamente confiáveis e seguras. É um sucesso absoluto dos nossos cientistas e especialistas", acrescentou.

O líder russo, que será vacinado contra o novo coronavírus na terça-feira, afirmou ainda que está a perder a paciência com este assunto, acrescentando que não compreende porque é que a EMA ainda continua a analisar o pedido de aprovação da Sputnik V.

De realçar que já esta segunda-feira os produtores da vacina Sputnik V acusaram o comissário europeu Thierry Breton de ter uma abordagem "tendenciosa", quando disse que a União Europeia não precisa da vacina russa para o combate à pandemia.

A Rússia aprovou três vacinas contra a covid-19 - a Sputnik V, a EpiVacCorona e a CoviVac, que ainda está na fase final de estudo clínicos. Putin não revelou, no entanto, qual das vacinas irá receber.