Internacional

Preso por chamar burro a Presidente da Polónia

O escritor acusou o líder de não compreender o processo eleitoral norte-americano. 

O escritor e jornalista polaco Jakub Zulczyk pode ser condenado até três anos de prisão por ter chamado “burro” ao presidente Andrzej Duda numa publicação no Facebook, feita em novembro do ano passado.

Duda elogiou, numa publicação no Twitter, o “sucesso da campanha eleitoral” de Joe Biden, mas não assumia a sua vitória, indicando que se aguardava “a nomeação do Colégio Eleitoral”. O escritor acusou o líder de não compreender o processo eleitoral norte-americano, já que o Colégio Eleitoral não tem poder de nomear quem será o novo Presidente,  tratando-se apenas de uma formalidade depois de conhecido o vencedor das eleições. “Joe Biden é o 46.º presidente dos EUA. Andrzej Duda é um burro”, escreveu Zulczyk.

A justiça descreve a publicação como “ofensiva” e “inaceitável” e a porta-voz dos procuradores de Varsóvia disse à AFP que o escritor está a ser formalmente acusado por “ato público de insulto” contra o Presidente da Polónia, por ter usado “um termo habitualmente reconhecido como insultuoso”.