Vida

Gwyneth Paltrow fala sobre divórcio de Chris Martin: "Era o que eu menos queria no mundo"

A atriz e o vocalista dos Coldplay foram casados durante 13 anos, entre 2003 e 2016.

Gwyneth Paltrow confessou no podcast 'Anna Faris is Unqualified' que nunca se quis divorciar do ex-marido, Chris Martin, e que o divórcio "era o que menos queria no mundo". A atriz e o vocalista dos Coldplay foram casados durante 13 anos, entre 2003 e 2016.

"Aprendi muito com algo [o divórcio] que era o que eu menos queria no mundo. Nunca quis divorciar-me", admitiu a Anna Faris. Para a atriz de 48 anos, num mundo ideal os dois ainda estariam juntos.

"Nunca quis deixar de estar casada com o pai dos meus filhos, teoricamente. Mas aprendi muito mais do que esperava sobre mim mesma durante esse processo", acrescentou. Os artistas são pais de Apple, de 16 anos, e Moses, de 14.

No podcast, Paltrow contou ainda que o tempo após a separação foi essencial para se "concentrar nas suas responsabilidades", o que acabou por fortalecer o seu relacionamento com Brad Falchuk, com quem viria a casar em 2018.

"Por me ter concentrado nisso [nas responsabilidades], fui capaz de encontrar o homem mais incrível e construir algo que eu nunca tive com o Brad. Fomos amigos por algum tempo e eu pensei: 'Vamos namorar? Isto está a acontecer?'. Eu estava com medo porque ele é uma pessoa que exige presença, intimidade e comunicação de uma forma que eu simplesmente não sabia como fazer", contou.

Em 2020, a atriz já tinha falado sobre o seu divórcio com o cantor de 44 anos, que atualmente está num relacionamento com a atriz Dakota Johnson. "Eramos próximos, mas não nos habituámos a ser completamente um casal", disse à Vogue UK. "Simplesmente não nos encaixávamos, havia sempre um mal-estar e uma inquietação".