Economia

Zona euro. Economia volta a crescer em março

Mas apesar desta melhoria, o setor dos serviços foi novamente atingido pelas restrições associadas ao novo coronavírus.

A atividade da zona euro voltou a crescer em março, depois de seis meses de queda. Esta recuperação foi impulsionada por um aumento histórico da produção industrial e pela procura global que começa a recuperar da pandemia.

O índice 'flash' PMI (Purchasing Managers' Index) da empresa de consultadoria Markit de março publicado hoje subiu para 52,5 pontos, acima dos 50 pontos que separam o crescimento da contração, contra 48,8 pontos em fevereiro.

Mas apesar desta melhoria, o setor dos serviços foi novamente atingido pelas restrições associadas ao novo coronavírus.

A recuperação da indústria transformadora foi liderada pela produção industrial na Alemanha e, em menor medida, em França, embora o setor dos serviços alemão tenha marcado a primeira expansão em meio ano, enquanto o francês apenas moderou a contração.

A recuperação da procura de bens está a comprimir as cadeias de abastecimento numa escala sem precedentes, fazendo subir os custos ao ritmo mais rápido numa década, pressão que nos próximos meses se traduzirá em preços mais elevados para os produtos de consumo, de acordo com a Markit.

No entanto, as perspetivas para o futuro estão a ser afetadas pela preocupação com o número crescente de pessoas contagiadas com o novo coronavírus.