Internacional

Homem que matou filha de oito anos para se vingar da mãe da menina encontrado morto na prisão

Para muitos o homem vivia “uma vida de luxo” na prisão.


Um homem britânico, que estava a cumprir pena de prisão perpétua pelo homicídio da filha de oito anos, foi encontrado morto na prisão.

William Billingham, que é irmão de Mark Billingham, romancista e ator, foi encontrado sem vida, numa cadeira da sua cela, numa prisão masculina em Birmingham, Inglaterra.

O homem, de 58 anos, tinha sido condenado a prisão perpétua, em outubro de 2018, pelo assassinato da filha, de oito anos, em janeiro do mesmo ano. O homem usou uma faca de cozinha e matou a criança, para se vingar da mãe desta, que tinha iniciado uma relação com outra mulher.

William cometeu o crime, que chocou o país, em frente à mulher, quando esta ia buscar a menina, enquanto a criança implorava ao pai para parar. 

No ano passado, o homem tinha sido transferido para outra ala da cadeia, onde estavam os presidiários idosos e mais frágeis, depois de o seu estado de saúde piorar.

“Ele foi encontrado na manhã de domingo. Foi encontrado numa cadeira, os guardas abriram a cela e encontraram-no”, indicou uma fonte ao The Sun, adiantando que para muitos William vivia “uma vida de luxo” na prisão.
 
“Isso deixava as pessoas loucas”, contou a mesma fonte. “Ele ajudava a distribuir refeições para outros presidiários”, acrescentou.

Além do crime de homicídio qualificado, o homem também tinha sido condenado por ameaçar de morte a mãe da criança.