Vida

Baterista dos Alabama Shakes preso por abuso e tortura de menor

O músico está acusado dos crimes de "tortura, maus tratos, abuso e espancamento cruel de um menor de 18 anos".

Steven William Johnson, baterista da banda Alabama Shakes, foi detido na passada quarta-feira por maus tratos infantis, avançou o canal WHNT, do estado de Alabama, nos Estados Unidos da América. O músico está acusado dos crimes de "tortura, maus tratos, abuso e espancamento cruel de um menor de 18 anos".

Johnson foi levado para a prisão do Condado de Limestone, sob uma fiança de 21.500 dólares [cerca de 18.300 euros], e será presente a tribunal a 7 de abril. 

O músico já tinha sido acusado, em 2019, de violar uma ordem de restrição requisitada pela ex-mulher, que o acusou de maus-tratos, ameaças e assédio.

A banda de rock Alabama Shakes surgiu em 2009 e conta com dois álbuns editados. Já ganharam quatro Grammys, dois dos quais pela música "Don't Wanna Fight". Em 2018, anunciaram uma pausa para que a vocalista, Brittany Howard, se concentrasse na sua carreira a solo.