Vida

Da dança para o diabo até aos ténis satânicos: Lil Nas X envolvido em várias polémicas após videoclip diabólico

Lil Nas X está a ser atacado por políticos conservadores e religiosos, que o acusam de adorar o diabo e de ser um mau exemplo para as crianças que seguem o trabalho do rapper. O artista tem respondido aos críticos na rede social Twitter. 


O videoclip da nova música, intitulada Montero (Call Me By Your Name), do rapper norte-americano Lil Nas X foi divulgado há menos de uma semana e já está no centro das atenções, mas não por bons motivos ou boas críticas.

Numa das partes do vídeo, o artista, que assumiu a sua homossexualidade meses depois do sucesso Old Town Road, sai do paraíso a escorregar por um varão até ao inferno e oferece uma lap dance ao diabo.

Lil Nas X está a ser atacado por políticos conservadores e religiosos, que o acusam de adorar o diabo e de ser um mau exemplo para as crianças que seguem o trabalho do rapper.

As críticas mais diabólicas estão a ser partilhadas no Twitter. Um utilizador partilhou um vídeo do cantor a atuar numa escola e escreveu na publicação: "O sistema tem os miúdos como alvo. A base de fãs do Lil Nas X é maioritariamente composta por crianças. Fizeram a mesma coisa com a Miley Cyrus depois da Hannah Montana".

O rapper não tem ficado calado e está a responder às inúmeras opiniões. "Não houve nenhum sistema envolvido. Fui eu que tomei a decisão de criar o vídeo. Sou adulto. Não vou passar a minha carreira a tentar cuidar dos vossos filhos. Essa é a vossa função".

Outro utilizador desta rede social acusou o músico de estar a tentar “destruir a sociedade” com a sua sexualidade. O artista não deixou a sua opinião para si mesmo e respondeu: "Há um tiroteio todas as semanas que o nosso governo não faz nada para impedir. Não sou eu a descer num varão que estou a destruir a sociedade".

"Passei toda a minha adolescência a odiar-me por todas as coisas que vocês me disseram que me iam acontecer por eu ser gay, portanto espero que estejam zangados e se mantenham zangados, que sintam a mesma raiva que nos ensinam a termos de nós próprios", admitiu Lil Nas X.

Não é apenas a coreografia do videoclip que está a incomodar muitos olhares. Também os ténis criados pelo músico, em conjunto com a empresa MSCHF, que foram batizados com o nome “Satan Shoes” [os sapatos do diabo] estão a ser alvo de críticas. Os ténis são uma edição limitada dos Air Max 97s da Nike e contêm uma gota de sangue humano.

Após reações muito negativas, a marca de calçado desportivo já se veio distanciar da criação de Lil Nas X, ao afirmar que não tem "qualquer ligação com a criação ou venda" dos "Satan Shoes".

Veja aqui o videoclip da nova música de Lil Nas X.