Internacional

Estado Islâmico reinvindica controlo da vila moçambicana de Palma

A agência oficial do movimento, a Amaq, divulgou imagens da vila e reinvidicou o controlo da capital do distrito de Palma.

O Estado Islâmico anunciou, esta segunda-feira, que assumiu o controlo sobre a vila sede do distrito de Palma, no norte de Moçambique. Recorde-se que dezenas de pessoas foram assassinadas nos últimos dias, em ataques junto dos projetos de gás que estão em desenvolvimento na região.

A agência oficial do movimento, a Amaq, divulgou imagens da vila e reinvidicou o controlo da capital do distrito de Palma, junto à fronteira com a Tanzânia. Há vários dias que não existem relatos sobre a situação da vila, com cerca de 42 mil habitantes. 

No domingo, o Ministério da Defesa moçambicano afirmou que dezenas de civis, incluindo sete pessoas que tentavam fugir do principal hotel de Palma, o Amarula, foram mortos pelos terroristas. Um português ficou gravemente ferido, tendo sido transferido para a África do Sul para continuar o tratamento médico. 

A violência armada na região de Cabo Delgado começou há mais de três anos e está a provocar uma crise humanitária sem precedentes, com mais de duas mil mortes e 670 mil deslocados.