Internacional

Ministro das Relações Exteriores do Governo de Bolsonaro pede demissão

Governante tem sido alvo de duras críticas sobre a negociação com outros países na entrega de vacinas contra a covid-19.

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, pediu demissão, esta segunda-feira, após uma forte pressão de políticos ligados ao Presidente, que o acusam de condicionar e dificultar o acesso às vacinas contra a covid-19.

A imprensa brasileira, que cita fontes ligadas ao Governo, avançou com a informação, logo após uma reunião entre Ernesto Araújo e Jair Bolsonaro, convocada por este último para discutirem a situação das vacinas.

Até ao momento, o Governo brasileiro ainda não confirmou ou comentou oficialmente o pedido de demissão, não se sabendo sequer se será aceite ou não.