Internacional

Vacinas contra a covid-19 existentes podem revelar-se ineficazes no espaço de um ano

Em causa estão as novas mutações do SARS-CoV-2.

As vacinas contra a covid-19 que agora estão a ser administradas em todo o mundo poderão ser ineficazes dentro de menos de um ano – esta é a previsão de um terço dos 77 cientistas entrevistados pela People’s Vaccine Alliance, uma coligação de várias organizações internacionais, nomeadamente a Amnistia Internacional e a UNAIDS, que realizou uma pesquisa com 77 epidemiologistas, virologistas e infetologistas de 28 países.

De acordo com o Guardian, dois terços dos cientistas consideraram que é urgente desenvolverem-se novas vacinas que consigam combater outras variantes do novo coronavírus que vão surgindo. Para alguns dos especialistas, dentro de um ano, e para alguns num espaço inferior a nove meses, os fármacos agora existentes serão ineficazes.

Segundo o jornal britânico, 88% dos inquiridos acredita que o facto de haver muitos países onde as taxas de vacinação são ainda baixas faz com que apareçam mutações do SARS-CoV-2 mais resistentes às vacinas atualmente administradas.