Internacional

Itália exige quarentena e dois testes a quem entrar no país

A medida “aplica-se a todos os que saem e chegam” a Itália, até os próprios italianos, avançou um responsável do Ministério da Saúde.


Itália vai exigir uma quarentena de cinco dias e dois testes à covid-19 com resultado negativo a todos os viajantes dos Estados-membros da União Europeia (UE), anunciou, esta terça-feira, o Ministério italiano da Saúde.

Qualquer viajante da UE terá que realizar um teste antes da partida, cumprir uma quarentena de cinco dias e depois fazer outro teste no final desse período. Esta medida já está em vigor em vários países do bloco europeu.

A medida “aplica-se a todos os que saem e chegam” a Itália, até os próprios italianos, avançou um responsável do Ministério da Saúde.

Ainda não foi revelada a data do começo desta nova restrição. Porém, o fim de semana da Páscoa é um dos momentos mais procurados pelos turistas estrangeiros.

Atualmente, todo o território italiano está sob “zona vermelha” devido à grande taxa de contágios por covid-19 e estão implementadas restrições máximas para prevenir um elevado número de casos.