Sociedade

PSP está à procura de mais de dez migrantes em Vila Real de Santo António

Subintendente da PSP adiantou que os três homens que estão detidos foram encontrados enquanto passeavam pela cidade.

Além dos três detidos, de nacionalidade marroquina, a Polícia de Segurança Pública (PSP) de Vila Real de Santo António revelou, esta terça-feira, que há mais 13 a 14 migrantes fugidos na cidade. Estes migrantes também viajaram no barco encontrado ontem na praia de Santo António.

Esta é sétima embarcação que chega à costa algarvia proveniente do norte de África, desde dezembro de 2019.

O subintendente da PSP, Hugo Marado, disse, na conferência de imprensa, que as autoridades estão agora à procura dos outros migrantes.

"A informação foi transmitida às forças e serviços de segurança da região e o nosso dispositivo, nomeadamente o sotavento, encontra-se especialmente atento a esta questão. É possível que alguns ainda se encontrem em território nacional, mas poderá ter acontecido já o contrário, no caso de eventual ida para Espanha", indicou Hugo Marado.

O subintendente da PSP também adiantou que os três homens que estão detidos foram encontrados enquanto passeavam pela cidade.

"Uma das nossas patrulhas achou estranha a conduta e postura de três cidadãos, desconhecidos da cidade, aparentando alguma fadiga e desorientação, fruto certamente do desconhecimento do local onde se encontravam. Um conjunto de indícios que nos levaram a abordar e intercetar os três cidadãos, que posteriormente viemos a perceber que estavam em situação irregular", explicou o representante da PSP.

Às 15h00 de hoje, os três homens serão levados a tribunal.