Internacional

Fingiu vacinar idoso contra a covid-19 e seringa foi encontrada no lixo ainda com o imunizante

Auxililiar de enfermagem alegou que vídeo tinha sido editado, mas seringa foi encontrada no lixo ainda com o líquido. 

Esta quarta-feira, uma auxiliar de enfermagem brasileira foi afastada depois de um vídeo, que se tornou viral nas redes sociais, mostrar a mulher a fingir que vacinava um idoso contra a covid-19, em Iatiba, São Paulo. A profissional de saúde chega a colocar a agulha no braço do homem, de 87 anos, mas não injeta o imunizante. Agora, a seringa utilizada foi encontrada, ainda com o imunizante, no lixo.

De realçar que depois de o vídeo ser partilhado nas redes sociais, a família do idoso dirigiu-se à unidade hospitalar para mostrar as imagens. A profissional de saúde foi chamada e parecia “calma”, de acordo com fonte das autoridades brasileiras, citada pelo G1, e alegou que o vídeo tinha sido editado.

Contudo, foram realizadas buscas e num caixote foi encontrada a seringa ainda com o líquido da vacina CoronaVac.

O idoso voltou a ser chamado e acabou por ser devidamente vacinado contra a covid-19.

A funcionária foi afastada, encontrando-se a decorrer um inquérito policial.

Note-se que este não é o primeiro caso semelhante no Brasil. Em fevereiro, várias cidades denunciaram casos que envolviam profissionais de saúde que apenas fingiam vacinar as pessoas, sobretudo idosos. Em alguns casos encostavam a agulha, noutras espetavam mas não injetavam, e noutros casos a seringa estava vazia e apenas era injetada uma ‘dose de ar’.