Sociedade

Franklim Lobo condenado a 11 anos de prisão por tráfico de droga

O arguido estava também acusado de associação criminosa, num processo extraído da Operação Aquiles, mas foi absolvido. 

Franklim Lobo foi, esta terça-feira, condenado a 11 anos de prisão por tráfico de droga agravado, pelo Tribunal Criminal de Lisboa. O arguido estava também acusado de associação criminosa, num processo extraído da Operação Aquiles, mas foi absolvido. 

A sentença teve em conta o grande volume de cocaína transportada por via marítima e aérea e o facto de o tribunal considerar que o arguido atuou com dolo direto, realçando ainda os seus antecedentes pelo mesmo crime, com duas penas pesadas.

Na primeira sessão do julgamento, a 10 de dezembro de 2020, Franklim Lobo negou as acusações e disse desconhecer a maioria dos arguidos da Operação Aquiles, no qual dois ex-inspetores da Polícia Judiciária foram julgados por alegado envolvimento com traficantes de cocaína e haxixe.

Franklim Pereira Lobo foi detido em março de 2019 em Málaga, Espanha, após mandado de detenção europeu.