Cultura

Festival Soam as Guitarras 2021 com reagendamentos e novos artistas devido à pandemia

Alguns dos concertos previstos inicialmente para 2020 e que foram adiados para o mês de abril, sofrem agora um novo reagendamento, tendo em conta que segundo o plano de desconfinamento, as salas de espetáculos só reabrirão a 19 de abril.

Soam As Guitarras, festival que celebra a arte e a tradição deste instrumento, decorrerá a partir do mês de maio em quatro cidades, com uma programação que recuperará alguns dos concertos de 2020 que foram adiados por causa da pandemia da covid-19.

A quinta edição, anunciada no dia 7 de abril, contará com concertos em Oeiras, Évora, Póvoa de Varzim e Setúbal, que serão repartidos entre maio e setembro.

Alguns dos concertos previstos inicialmente para 2020 e que foram adiados para o mês de abril, sofrem agora um novo reagendamento, tendo em conta que segundo o plano de desconfinamento, as salas de espetáculos só reabrirão a 19 de abril.

São os casos dos concertos na Póvoa de Varzim: a atuação da dupla Miramar passou de 15 de abril para 17 de junho, o concerto do guitarrista Manuel de Oliveira foi reagendado de 16 de abril para 18 de junho, e o de Mafalda Veiga passou de 17 de abril para 19 de junho.

O espetáculo "Os fadinhos do Godinho", que o músico Sérgio Godinho criou para o Soam as Guitarras e que estava marcado para 8 de abril na Póvoa do Varzim, esta quinta-feira, foi adiado para 20 de junho.

O concerto dos Dead Combo a 21 de abril, em Setúbal, já esgotado, foi desdobrado em duas datas, a 29 e 30 de setembro.

Para além dos reagendamentos, a organização também anunciou novas entradas no cartaz deste ano.

Em Setúbal, João Pedro Pais apresenta-se no Fórum Luísa Todi a 5 de maio, no dia seguinte atuará a cantora Nancy Vieira e, no dia 7, o guitarrista João Morais, que assina como O Gajo, estreará o álbum "Subterrâneos".

A parcela de concertos do Soam As Guitarras em Oeiras e a totalidade do programa de Évora ainda estão por revelar.

"Com a missão de celebrar a arte da guitarra nas suas múltiplas abordagens e tradições", o Soam As Guitarras "privilegia espaços intimistas, sejam auditórios, teatros, igrejas ou até adegas", refere a organização.