Sociedade

Homem detido em Santo Tirso por agredir e ameaçar a mãe, irmã e sobrinha

Suspeito agredia as vítimas – de 73, 37 e 17 anos – com o objetivo de conseguir dinheiro para "satisfazer o seu vício".

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve, na quarta-feira, um homem de 43 anos por violência doméstica, no concelho de Santo Tirso. Segundo aquela força de segurança, o suspeito agredia a mãe, a irmã e a sobrinha, exigindo-lhes dinheiro "para satisfazer o seu vício" de bebidas alcoólicas.

"O suspeito, habitual consumidor de bebidas alcoólicas, terá, de forma reiterada, agredido, injuriado e ameaçado de morte as vítimas, sua mãe de 73 anos, irmã de 37 anos e sobrinha de 17 anos, com as quais vivia há vários anos", lê-se num comunicado, esta quinta-feira divulgado.

Durante os "vários episódios de violência", o homem "exigia dinheiro às vítimas, a fim de satisfazer o seu vício". Quando o pedido era negado, "tornava-se muito violento".

"Além do terror a que submetia a sua mãe e demais familiares, também causava alarme social na população local, chegando a cometer atos de maus-tratos a animais de companhia", afirma a GNR.

O suspeito foi presente, esta quinta-feira, a primeiro interrogatório judicial. Foram-lhe aplicadas as medidas de coação de afastamento imediato da residência das vítimas, proibição de as contactar por qualquer meio ou forma e de se aproximar dos locais habitualmente frequentados por estas, não se podendo aproximar das mesmas numa distância inferior a 500 metros, controlado por pulseira eletrónica.