Desporto

Espanha. El Clásico pode ser o tudo ou nada

Real Madrid e FC Barcelona cruzam-se a apenas dois pontos de distância. Em Inglaterra, o Tottenham de José Mourinho enfrenta o Manchester United.


Sábado à noite joga-se um dos mais prestigiados confrontos do futebol Europeu – o Real Madrid vai receber o FC Barcelona no estádio Alfredo di Stéfano, que recebe pela primeira vez na sua história um clássico espanhol, enquanto o mítico Santiago Bernabéu se encontra em obras.

Um dado curioso sobre esta partida é sem dúvida a chegada do El Clásico a um novo palco, passando a contabilizar, no total, 18 espaços diferentes que já receberam este confronto, entre eles o próprio Santiago Bernabéu, o Camp Nou, o Mestalla, e o Vicente Calderón.

O jogo entre as duas equipas lendárias do país vizinho não podia chegar em melhor altura: se há alguns meses o campeonato parecia garantido para o Atlético de Madrid, a realidade é que os colchoneros tiveram uma série de maus resultados que colocaram o título ao alcance do segundo e terceiro classificados, ou seja, do Barcelona e do Real Madrid, respetivamente.

Acontece que apenas dois pontos separam os arqui-inimigos, e o jogo de sábado à noite decidirá, em caso de vitória dos catalães, se o Barcelona se mantém nas costas do Atlético de Madrid, a apenas um ponto de distância, ou, caso os colchoneros sejam derrotados pelo Real Bétis, no domingo, se passam a liderar o campeonato espanhol. Em caso de vitória dos merengues no clásico, no entanto, a equipa de Zidane passará, pelo menos, ao segundo lugar da tabela classificativa da liga espanhola. Não fica outra opção ao Atlético de Madrid senão desejar um empate entre os dois pretendentes ao título. Joga-se o tudo ou nada desta competição no fim de semana, e tanto Trincão, no Barcelona, como João Félix, no Atlético de Madrid – que não vai poder contar com Luis Suárez devido a uma lesão – poderão ter algo a dizer sobre o sucesso dos emblemas que representam.

Duelo entre portugueses A partida de domingo, entre o Tottenham Hotspur e o Manchester United, além de juntar dois dos emblemas mais icónicos da Liga, é também um jogo que vai colocar frente-a-frente José Mourinho, técnico lusitano que marca o panorama do futebol inglês desde a sua passagem pelo Chelsea, e Bruno Fernandes, ex-Sporting, que milita pelo Manchester United, equipa pela qual já marcou 23 golos nesta temporada.

Pensar no título é quase impossível para qualquer uma destas equipas, com o Manchester City a liderar com 14 pontos de vantagem frente aos rivais do United, que ocupam o segundo lugar na tabela classificativa, a 11 pontos do emblema de José Mourinho.

Ainda assim, os spurs estão à beira de garantir presença nas competições europeias na próxima temporada, o que coloca um grande alvo sobre os red devils, já que qualquer ponto perdido nesta altura poderá significar o fim dos sonhos europeus.