Internacional

"O meu avô era um homem extraordinário", diz Princípe William

"Sentirei saudades do meu avô, mas sei que ele gostaria que continuássemos o trabalho", afirmou William.


O príncipe William foi o primeiro dos oitos netos do príncipe Philip a reagir à sua morte. Num comunicado, publicado esta segunda-feira no site dos duques de Cambridge, Philip, que morreu na passada sexta-feira, aos 99 anos, é descrito como "um homem extraordinário".

"O século de vida do meu avô foi definido pelo serviço – ao seu país e à Commonwealth, à sua esposa e Rainha, e à nossa família", começa por dizer William, o segundo na linha de sucessão ao trono britânico. 

"Tenho sorte por não ter apenas o exemplo dele para me guiar, mas também pela sua presença duradoura na minha vida adulta – tanto nos bons momentos, como nos dias mais difíceis. Vou sempre ser grato por a minha mulher ter tido tantos anos para conhecer o meu avô e pela gentileza que ele demonstrou com ela. Eu nunca vou dar por garantidas as memórias especiais que os meus filhos terão sempre do seu bisavô a vir buscá-los na sua carruagem e por poderem ver por eles próprios o seu sentido de aventura, bem como seu malicioso sentido de humor", afirmou. 

William descreve o avô como "um homem extraordinário e parte de uma geração extraordinária" e assegura que ele e a mulher, Catherine Middleton, vão "continuar a fazer o que ele teria desejado" e irão dar apoio à "Rainha nos próximos anos".

"Sentirei saudades do meu avô, mas sei que ele gostaria que continuássemos o trabalho", terminou.