Internacional

Alemanha deixa de administrar segundas doses da AstraZeneca

Os 2,2 milhões de alemães com menos de 60 anos que já receberam a primeira dose da AstraZeneca serão agora inoculados com o fármaco da Pfizer/BioNTech ou da Moderna.

A Alemanha decidiu, esta quarta-feira, administrar outra vacina na segunda dose a quem foi administrado com o fármaco da AstraZeneca na primeira. A decisão surge no mesmo dia em que a Dinamarca anunciou ter deixado de inocular aquela vacina.

Segundo o ministro da saúde da Alemanha, Jens Spahn, os 2,2 milhões de alemães com menos de 60 anos que já receberam a primeira dose da AstraZeneca serão agora inoculados com o fármaco da Pfizer/BioNTech ou da Moderna.

A decisão foi tomada, em unanimidade, pelo ministro e pelos responsáveis de Saúde dos 16 estados federais da Alemanha, após uma recomendação da Comissão Permanente de Vacinação da Alemanha.