Vida

Advogada acredita que Harry a pediu em casamento e exige que o príncipe seja preso por "quebrar a promessa"

Ação em tribunal exigia que o príncipe cumprisse a promessa. 

O príncipe Harry está mais uma vez no centro das atenções, mas desta vez não está em causa a polémica entrevista que deu com Meghan Markle a Oprah Winfrey ou as tensões em torno da família real. Uma advogada indiana exige que o neto de Isabel II seja preso porque acredita que este a pediu em casamento e quebrou “a promessa” feita.

Numa petição apresentada no Tribunal Superior de Punjab e Haryana, na Índia, Palwinder Kaur alega que foi contactada, através das redes sociais, por Harry e que, após se corresponder com ele durante algum tempo, o príncipe disse-lhe que queria casar com ela.

Sentido-se enganada, a advogada pediu às autoridades indianas que emitissem um mandato de detenção internacional contra o príncipe, para que este seja forçado a cumprir a promessa de casamento. 

De acordo com a imprensa internacional, Palwinder Kaur também já tinha escrito ao príncipe Carlos, a informá-lo de que o filho mais novo estava noivo e que não tinha honrado o compromisso.

O tribunal rejeitou a ação da mulher por considerar que não ficou provado que a advogada falou mesmo com o príncipe e alertou-a para os perigos da Internet, nomeadamente para o facto de algumas pessoas se fazerem passar por outras nas redes sociais.

A mulher confirmou que nunca tinha ido ao Reino Unido e que não conhece Harry pessoalmente. Todo o contacto ocorreu via e-mail e através das redes sociais.